Atividades Recreativas em Ambientes Naturais

As atividades recreativas em ambientes naturais são aquelas realizadas ao ar livre, em ambientes que preservam suas características naturais intactas. Estas atividades possuem algumas características especiais, que as diferenciam das atividades urbanas, pois:

  • Necessitam de áreas extensas onde o ambiente natural esteja protegido.
  • Exigem a alocação de períodos contínuos de tempo para a sua realização (férias, finais de semana, feriados, etc.).
  • Permitem um contato íntimo entre o homem e a natureza, que serve de contraponto e marco referencial para a vida urbana.
  • Auxiliam no desenvolvimento do caráter dos praticantes, estimulando o respeito à natureza, a autoconfiança e a capacidade para trabalhar em equipe.
  • O conhecimento de técnicas especializadas é fundamental para a garantia da segurança durante as atividades.
  • A utilização de equipamento especializado (calçados especiais, vestimentas protetoras, mochilas, cordas, equipamentos óticos, bicicletas especiais, caiaques, equipamento de mergulho, tendas portáteis e sacos de dormir) é uma necessidade de segurança e condicionante da qualidade da experiência recreativa.
  • Sempre envolvem algum grau de risco, maior ou menor, conforme o tipo de atividade e o grau de engajamento escolhido pelo praticante.

As atividades recreativas em ambientes naturais mais comuns são listadas a seguir. Todas elas podem ser permitidas em unidades de conservação, conforme as características de cada área e o que esteja definido nos respectivos planos de manejo.

Atividades Possíveis em Áreas Protegidas

Caminhadas de um dia (hikking):
São caminhadas curtas, realizadas sem o transporte de muito peso, com retorno ao ponto de partida antes do anoitecer. Mesmo sendo de curta duração, podem apresentar variados graus de dificuldade, conforme a distância e a topografia do percurso.
Caminhada com pernoite (trekking):
São caminhadas de dois ou mais dias, onde os participantes precisam transportar ao menos parte do equipamento em mochilas, embora animais de carga também possam ser utilizados. Um dos grandes prazeres do trekking é o contato mais íntimo com a natureza, a partir de um efeito de “imersão nos ritmos naturais, acompanhando o ciclo dia-noite-dia na trilha. Um outro componente em caminhadas mais longas é o aspecto histórico de percorrer caminhos com centenas de anos de existência, que algumas vezes ainda são utilizados pelas populações locais.
Canionismo (cannyoning):
O “cannyoning” é o esporte de descida/exploração de rios de montanha, com a utilização de técnicas verticais, nadando, com flutuadores, caminhando pelas margens ou como for possível. Uma simplificação do “cannyoning”, popularizada como “rappel” em cachoeiras, tem sofrido uma explosão de praticantes nos últimos anos.
Canoagem (canoeing e raffing):
Descidas de corredeiras ou passeios/expedições em rios ou lagos com a utilização de embarcações de pequeno porte, movidas a remo.
Cavalgadas:
Passeios à cavalo por ambientes naturais, em geral seguindo antigas trilhas de tropeiros. Pode ter a duração de um ou vários dias.
Ciclismo de todo terreno (moutain biking):
Percorrer trilhas em bicicletas especiais. Atividade em franca expansão, foi responsável por uma retomada de crescimento da industria do ciclismo.
Escalada em rocha (rock climbing):
A escalada é uma atividade esportiva, que consiste na subida de paredes verticais de rocha com o uso de encadeamentos de uma série de movimentos complexos e ordenados e mãos e pés. O uso da corda e outros equipamentos serve apenas para garantir a segurança do escalador, caso o mesmo execute um movimento em falso e caia. Na escalada, atingir o cume importa menos que o movimento na parede de rocha.
Mergulho Autônomo (scuba diving):
Mergulho no mar, rios, lagos ou cavernas com a utilização de equipamento autônomo de respiração.
Mergulho livre (snorkeling):
Mergulho no mar, rios, lagos ou cavernas com a utilização de máscara e nadadeiras, sem equipamento autônomo de respiração.
Montanhismo (montaineering):
O montanhismo é a arte e ciência de subir montanhas. A dificuldade e o nível de risco da ascensão pode variar enormemente. Engloba tanto uma simples caminhada até o topo de uma colina quanto a escalada de paredes verticais de rocha, neve e gelo. envolve planejamento e logística. No montanhismo, o objetivo é atingir o cume, com os próprios meios do montanhista, e com a utilização do mínimo possível de equipamento. Alpinismo, Andinismo e Himalaismo são termos utilizados para particularizar o montanhismo praticado em áreas específicas.
Observação da fauna (wildlife viewing):
Observação de espécies da fauna, também conhecido como “safari fotográfico”. Uma modalidade muito comum é a observação de aves.
Surfe (surfing):
Descida de ondas em pranchas especiais. Esporte antigo e bastante conhecido, originário da Polinésia.
Vela (sailing):
A vela é uma atividade recreativa consagrada em todo o mundo. Pode ser praticada tanto em mar aberto como em águas abrigadas (baías, lagos etc). Existe uma grande variedade de modalidades, desde pranchas a vela individuais (“Windsurfing”) à veleiros oceânicos de grandes dimensões.
Visita a cavernas (caving):
Atividade puramente recreativa derivada da ciência da exploração de cavidades subterrâneas (espeleologia).
Visita a sítios arqueológicos:
Os sítios arqueológicos localizam-se em grande parte em ambientes naturais, e a sua visitação algumas vezes está associada à prática de alguma atividade recreativa. Um exemplo clássico da associação entre atividades recreativas em ambientes naturais e a visitação à sítios arqueológicos é a Trilha Inca para Machu-Pichu.
Vôo livre:
Vôo planado com a utilização de equipamentos individuais de sustentação aerodinâmica. O prolongamento do vôo é obtido com a utilização de correntes de ar ascendentes. As duas modalidades mais populares são a asa-delta e o parapente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: